Confusão: presidente da Câmara rasga pedido de CEI contra prefeito, sobrinho dele

Prefeito Fernando e o presidente da Câmara, tio dele, Auro Octaviani rasgando pedido de CEI: confusão (FOTOS: Pref. Agudos/Contraponto)

Para proteger o sobrinho, o presidente da Câmara de Agudos, região de Bauru, simplesmente rasgou pedido de abertura de Comissão Especial de Inquérito (CEI) contra ele. A atitude do vereador Auro Octaviani em defesa do prefeito Fernando Octaviani acabou em confusão entre os vereadores e foi parar em boletim de ocorrência na delegacia de polícia.

Até onde se sabe, havia um acordo entre os vereadores para rejeitar pedido de Comissão Processante (CP) contra o prefeito, como de fato ocorreu, mas, em contrapartida, aprovar a CEI com a mesma finalidade. O objetivo é investigar suposto uso de recursos financiados junto à Caixa para outros fins que não a compra de maquinário ou emprego em infraestrutura municipal — o dinheiro foi obtido via FINISA, Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento.

A troca da CEI pela CP foi porque essa última modalidade de investigação pode levar à cassação do mandato do prefeito, diferente da primeira, que apenas encaminha as apurações ao Ministério Público (MP) e demais órgãos de controle e fiscalização. Mas no calor do debate, o presidente Auro se empolgou e rasgou o pedido da CEI, provocando os demais vereadores, já que ele é tio do prefeito.

No boletim de ocorrência é solicitado que Auro responda pelo ato, que teria manchado o decoro parlamentar. O presidente, porém, alega que os vereadores “deram salvo conduto para o prefeito, rejeitando a CP, e queriam impor a CEI no mesmo dia, e isso não pode”. Auro garante que tem o respaldo do Regimento Interno da Câmara. O caso certamente acabará na Justiça.

(c/ informações site Contraponto)

HORAH – Informação é tudo