Coronavírus – COM 3 SUSPEITOS, PREFEITURA FALA EM ‘PARAR A CIDADE’ PARA EVITAR AVANÇO DA DOENÇA

Secretário Kakai esclareceu porque lojas de materiais para construção abriram normalmente hoje (FOTO: Reprodução HoraH)

Jaú está se preparando para enfrentar o coronavírus, que, por enquanto, coleciona 3 casos suspeitos na cidade, todos em isolamento domiciliar e sob monitoramento dos profissionais da Saúde, aguardando resultados de exames e passando bem. Não há nenhum caso confirmado, mas, “numa situação de pandemia é impossível que não tenhamos casos” futuramente, observou Carlos Ramos, o Kakai, secretário do Desenvolvimento Econômico e membro do comitê gestor criado pelo prefeito Rafael Agostini por causa do Covid-19.

‘PARAR A CIDADE’ – Em áudio distribuído nas redes sociais por volta das 20h da 4ª feira (18), kakai informou os números, citou decreto do prefeito com medidas para os setores público e privado para reduzir os riscos de contágio da doença, e foi além. “Vamos precisar parar a cidade por uns dias, por um tempo. Essa é a única maneira de evitar que o vírus se propague de forma incontrolável”, pontuou. Disse que já está conversando com o setor econômico essa necessidade, mas não estabeleceu prazo para acontecer.

Kakai falou que o sistema de saúde municipal precisa ser capaz de tratar a demanda de infectados pelo coronavírus, por isso é necessário que as pessoas “fiquem em casa”, reduzindo o contato entre elas e a propagação da doença em escala maior do que seria possível resolve-la. “Nosso desafio é fazer com que essa curva de crescimento da doença seja a mais baixa possível”.

Borgo suspendeu eventos previstos na Câmara para os próximos dias: medida de precaução contra o coronavírus (FOTO: Folha Um/Reprodução)

CÂMARA – Comunicado oficial da presidência da Câmara de Jaú, ontem, suspendeu 4 eventos pré-agendados: nesta 5ª feira (19), entrega de título de cidadania a Marco Forti; dia 24, Medalha de Mérito a rotarianos e Rotaract jauenses; dia 31, prêmio Mulheres que Inspiram; e, em 8/4, palestra sobre a reforma da Previdência. O documento é assinado pelo presidente José Carlos Borgo.

HORAH – Você bem informado, sempre