• Helicóptero Águia da PM teve de içar o corpo do jovem do fundo do penhasco, que fica próximo ao Centro de Marília (FOTO: Álvaro Gonçalves/Reprodução HoraH)

Foi intensa a movimentação à beira do penhasco às margens da Via Expressa Sampaio Vidal, altura do Parque das Azaleias, Zona Sul, onde foi localizado o corpo do jovem Dirceu Alonso Neto, 21 anos. Desde cedo, equipes do Corpo de Bombeiros e da PM, inclusive com apoio do helicóptero Águia, trabalharam no local, de acesso muito difícil. Iniciados na tarde do sábado (12), as buscas foram interrompidas ao cair da noite e retomadas na manhã deste domingo.

  • Neste domingo, o Águia deu apoio à operação desde cedo, com forte presença de militares experientes em operações de resgate (FOTO: Camomila Medeiros Gonçalves/Reprodução HoraH)

A família informou que não haverá velório e o sepultamento de Neto Alonso, como era conhecido, ocorrerá nesta 2ª feira (13), em horário ainda não definido. O corpo estava em estado de decomposição avançado, mas mesmo assim, segundo nota do Corpo de Bombeiros, foi reconhecido por familiares. Não há nenhuma informação oficial sobre a morte do rapaz, porém, ao HORAH, membros da família falaram em “assassinato”.

  • Grande número de pessoas acompanhou o trabalho dos policiais e bombeiros na manhã deste domingo (FOTO: Álvaro Gonçalves/Reprodução HoraH)

Neto Alonso era filho do empresário Dirceu Alonso, irmão do prefeito de Marília, Daniel Alonso. Neto era irmão do jornalista Rafael Alonso, da TV Sol. O rapaz estava desaparecido desde a 3ª feira (8). A família chegou a fazer postagens nas redes sociais na tentativa de localiza-lo.

  • O jovem Neto Alonso estava desaparecido desde a 3.a feira, quando a família iniciou divulgação nas redes sociais na tentativa de encontra-lo (FOTO: Facebook/Reprodução HoraH)

HORAH – Você sabe das coisas