Na tentativa de retomar e concluir as obras do tratamento do esgoto domiciliar de Marília nas bacias do Pombo e Barbosa, a Prefeitura publicou novo edital de licitação no Diário Oficial desta 4ª feira (13). De novo, trata-se da concorrência pública para fornecimento de materiais e mão de obra. Caso desta vez a obra se concretize, faltará ainda a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do Palmital.
Licitação anterior feita pela atual administração teve o edital anulado em abril deste ano, por determinação do Tribunal de Contas da União (TCU), seguindo indicação de irregularidades apontadas pelo deputado estadual e ex-prefeito Abelardo Camarinha (PSB), que é adversário político de Daniel Alonso (PSDB) e vem anunciando pré-candidatura a prefeito em 2020. Todos os apontamentos foram técnicos.
O novo edital partiu do zero e prevê conclusão das obras em 360 dias e outros 180 dias para pré-operação do sistema de tratamento do esgoto. O valor total da obra está estimado em R$ 30,8 milhões – R$ 25,5 milhões do PAC, via Caixa, e R$ 4,8 milhões de contrapartida municipal. Empresas interessadas devem apresentar propostas até 16/7.

(FOTO: HoraH – ETE do Pombo, cujo canteiro de obras foi abandonado pela então responsável pelo serviço, a construtora OAS, em meados de 2015)

No HORAH Notícia