Prepare o bolso – SAEMJA AUTORIZA AUMENTO DE QUASE 9,5% NAS CONTAS DE ÁGUA E ESGOTO; OPOSIÇÃO REAGE

Abastecimento só voltará ao normal na noite desta 2.a feira FOTO: Reprodução)

O jauense deve preparar o bolso, porque a conta de água e esgoto vai subir quase 9,5% na fatura de janeiro/20. A diretoria executiva da agência reguladora Saemja aprovou, por unanimidade, reajuste nas tarifas de 3,408% e, a título de reequilíbrio econômico-financeiro da concessionária Águas de Jahu, mais 5,82%. Total de aumento de 9,426%, em vigor sobre o consumo registrado em dezembro.

Resolução do Saemja concedendo reajuste à concessionária: peso a mais no bolso do jauense (REPRODUÇÃO HORAH)

‘COVARDIA’ – A Resolução Saemja nº 22, de 6 de dezembro, é assinada pelo diretor-presidente da agência, Jorge Luiz Alcalde. A diretoria se reuniu e tomou a decisão no dia 5. Agora, falta apenas aprovação do prefeito Rafael Agostini e publicação no Jornal Oficial, o que é esperado para amanhã (20). “Você acha que ele não vai aprovar? Claro que sim. Isso é uma covardia que estão fazendo com o povo de Jaú, do mesmo jeito que fizeram quando entregaram o Saemja para a iniciativa privada”, comentou o vereador Tito Coló Neto, visivelmente revoltado.

Para Tito Coló, anunciar o aumento da água só agora, com a Câmara em recesso, é “covardia” (FOTO: Divulgação)

‘MÃOS ATADAS’ – Para ele, “esperaram a Câmara entrar em recesso para divulgar esse aumento” – a última sessão ordinária foi dia 9 e os trabalhos legislativos cessaram dia 16, sendo retomados apenas em 3 de fevereiro do ano que vem. Com o aumento, a conta mínima residencial passa de R$ 44 para mais de R$ 48. “Vejo isso com preocupação e muita tristeza, mas o único que tem o poder de não permitir o reajuste é o prefeito. Infelizmente não passa pela Câmara, por isso ficamos de mãos atadas”, comentou o também vereador Tuco Bauab.

Tuco defende que vereadores tanto de oposição quanto da situação se juntem para pressionar o prefeito, mas sabe que isso é praticamente impossível (FOTO: Divulgação)

PRESSÃO – Na penúltima sessão do ano ele desafiou o prefeito a mandar à Câmara projeto obrigando a concessionária a instalar válvula redutora de ar na rede de água, o que ajudaria a reduzir o valor das contas. “Isso beneficiaria a população e ele não fez. Ao invés disso, o presente de Natal é esse aumento na tarifa da água”, comparou Tuco. Ele pediu que os vereadores todos se juntem, “da oposição e da situação”, para pressionar o prefeito. “Seria a única alternativa para evitar o aumento, mas será que a situação vai fazer isso?”, ironizou.

Prefeito Rafael é o único que pode vetar o aumento autorizado pela agência Saemja: será que vai fazer isso? (FOTO: Reprodução HoraH)

HORAH – Você sabe tudo