APÓS PUBLICAÇÕES, CONTAS DE CAMARINHA RECEBERÃO PARECER DE COMISSÃO DA CÂMARA

Tribunal manteve inelegibilidade e suspensão dos direitos políticos de Camarinha (FOTO: HoraH)

CONTAS JÁ FORAM REJEITADAS NO PASSADO, MAS POLÍTICO CONSEGUIU ANULAR DECISÃO NA JUSTIÇA

Após publicação de comunicados por três dias seguidos no Diário Oficial de Marília, agora as contas de 2003 e 2004 do ex-prefeito Abelardo Camarinha (Podemos) serão encaminhadas para os vereadores, Comissão de Finanças e Orçamento e Procuradoria Jurídica da Câmara para análise e emissão de pareceres. O objetivo é que sejam reexaminadas e votadas após terem sido rejeitadas e a decisão anulada pela Justiça a pedido de Camarinha – ele alegou cerceamento de defesa.

Caso as contas sejam novamente reprovadas pela Câmara, o político ficará inelegível também por esse motivo – ele já ostenta essa condição por causa de outros processos, foi impedido inclusive de votar na eleição do dia 15 e, embora tivesse figurado nas urnas, teve a votação anulada. Contudo, não há prazo para que a Câmara faça o reexame das contas de Camarinha.

Presidente Marcos Rezende, que assinou e publicou comunicados no Diário Oficial (FOTO: Divulgação CMM)

“Assim que a Comissão de Finanças exarar parecer, podemos solicitar informações a outros órgãos que entendermos necessário”, explicou a diretora da Câmara, advogada Carla Farinazzi. Já o presidente Marcos Rezende falou ao HORAH que vem tendo “todo o cuidado necessário com o assunto, para evitar eventual nova nulidade” na Justiça. Antes que as contas sejam votadas, Camarinha também terá de ser notificado para defesa – como são procedimentos obrigatórios e a Câmara entra em recesso dia 14/12, é mais provável que a votação ocorra só na próxima legislatura.

HORAH – Você sabe das coisas