Conheça quais são os desafios e superações ao empreender após os 60 anos

Atualmente, empreender tornou-se um desejo para diversas pessoas e, entre elas, os jovens se mostram cada vez mais engajados nessa busca. Segundo o relatório executivo Global Entrepreneurship (GEM), entre os anos de 2013 e 2018, passou de 3,4 milhões para 5,2 milhões o número de jovens empreendedores brasileiros, entre 18 e 24 anos. Apesar disso, outra faixa etária que também está se destacando neste segmento são os “empreendedores 60+”, com um aumento de 9,12%, conforme apresentado  pelo GEM.

 Dificuldades x Facilidades

Empreender após os 60 anos pode ser um grande desafio, devido as exigências que, muitas vezes, tornam-se dificuldades. Na visão de Flávio Anequini, Engenheiro Agrônomo, pós-graduado em Gestão Empresarial e Gerente da ADETEC (Agência de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico de Lins), o ato de empreender e as suas dificuldades podem ser comuns para todas as pessoas, da terceira idade ou não. “Elas terão que buscar a capacitação empresarial, caso não tenham ainda nenhuma experiência empreendedora, através de cursos e palestras. “Unir a experiência adquirida ao longo da vida com as tecnologias existentes no mercado é um desafio e não uma dificuldade”, afirma. Além disso, os empreendedores da terceira idade muitas vezes já possuem experiência de mercado, habilidades essenciais, dominam diversas funções e ainda contam com uma rede de relacionamentos, que poderá muito bem ser utilizada no novo empreendimento.

 Empreendedorismo na prática

A empresária Janete Kashiwagi é um dos exemplos de dedicação e superação profissional. Começou a empreender aos 59 anos, em 2006, com auxílio da Incubadora de Lins, da ADETEC. Hoje, é proprietária da “Santa Renda”, loja especializada em atacado e fabricação de produtos para indústria têxtil. Para Janete, as dificuldades ao empreender são inerentes ao empreendedorismo e destaca que uma das facilidades é a experiência que se tem ao longo dos anos. “Quem deseja empreender nessa etapa da vida precisa ter a capacidade de evoluir e adquirir as inovações, que são essenciais para a realização de qualquer projeto”, finaliza.

 Dicas

Flávio Anequini destaca, ainda, que é fundamental para o empreendedor procurar uma entidade ou profissionais que possam orientar na elaboração do modelo de negócio. “Busque a capacitação, utilize sua experiência como uma alavanca, agregando as novas tecnologias existentes e recorra à sua rede de relacionamento para empreender. Ela poderá fazer toda a diferença” ressalta.

Apoio e orientação

A Agência de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico de Lins (ADETEC) fornece toda a qualificação necessária para que novos empreendedores com mais de 60 anos possam obter sucesso ao enfrentar os desafios de seus novos projetos. Inaugurada em 2003, a empresa tem o objetivo principal de executar atividades relacionadas a desenvolvimento, tecnologia, empreendedorismo e inovação.

Sobre a ADETEC

A ADETEC é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos, que existe desde fevereiro de 2001, e que nasceu para apoiar iniciativas no domínio das políticas públicas na cidade de Lins (SP) e região. Ela é uma associação formada por empresas privadas, centros universitários e entidades do poder público, que trabalham com o objetivo principal de executar atividades relacionadas a desenvolvimento, tecnologia, empreendedorismo e inovação.

Carvalho Assessoria