Os depoimentos à CPI da Carne serão retomados na próxima semana e já estão agendados. Na 4ª feira (20), 14h30, será a vez do secretário da Fazenda Levi Gomes e, às 15h30, do ex-secretário da Administração José Alcides Faneco, atualmente o titular de Assuntos Estratégicos da Prefeitura de Marília. No dia seguinte, 5ª feira (21), 14h30, haverá o depoimento do prefeito Daniel Alonso.
A CPI apura as causas e responsáveis pelo descarte de 7,2 toneladas de carne da merenda escolar no início deste ano. O produto foi considerado impróprio para consumo por laudo da Vigilância Sanitária, chamada para averiguar a carne a pedido do prefeito, tão logo soube do mau cheiro que havia na câmara fria da Cozinha Piloto. Cerca de 2 toneladas dessa carne foi degelada, moída e parte dela recongelada.
Os depoimentos acontecem no térreo da Câmara, na sala Nasib Cury, sob a presidência de Luiz Nardi (PR). Ainda fazem parte da CPI o relator, vereador Maurício Roberto (PP) e Danilo da Saúde (PSB), que é membro. Várias pessoas já depuseram, inclusive o ex-secretário da Educação Beto Cavalari, na semana passada. A pedido do presidente Nardi, a CPI foi prorrogada por até mais 90 dias.

(FOTO: Divulgação – A carne, embalada para descarte no início do ano: CPI apura as causas e responsáveis)

No HORAH Notícia